Liberdade para os budistas do Tibet

Sou contra toda e qualquer forma de opressão, o que acontece no Tibet precisa ter um apoio maior de toda a comunidade budista mundial.

Estão sendo mantidos aprisionados na sua própria terra e reprimidos com violência pelo governo comunista chinês.

Liberdade para os budistas Tibetanos. São nossos semelhantes.

China diz que Dalai Lama não volta ao Tibet.
Governo chinês afirma que líder espiritual deve desistir de lutar pela liberdade do território tibetano.

As chances do Dalai Lama, o líder espiritual do Tibet, de voltar para sua terra natal são pequenas e vão depender dele desistir de sua luta pela independência.

Em 1950 o governo chinês ordenou a invasão do Tibet e o anexou como seu território. Desde então, o exército reprime qualquer manifestação contrária ao regime comunista da China. Até a ocupação chinesa, o Dalai Lama era o líder político e religioso do país, mas depois da invasão foi obrigado a se exilar. Em 05 de outubro de 1989 o Dalai Lama recebe o prêmio Nobel da paz, hoje ele vive na Índia. Esse manisfeto será encaminhado para a imprensa e a bancada no senado federal e na câmara federal para que se manifestem sobre o assunto.
Peço que repassem para as redes sociais.
Vamos mobilizar e conseguirmos o maior número de assinaturas, assim vamos demonstrar nosso repúdio contra essa barbárie.
.
Roberto Rosa (budista Nitiren)
site: www.robertorosaatitude.com.br

http://www.youtube.com/embed/C-nSZd-mcLo

Assine esta Petição

Ao assinar, eu autorizo Roberto Rosa a entregar a minha assinatura àqueles que têm poder nesta matéria.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao24.com à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Facebook