Fechamento do zoo de Taboão da Serra, SP

SANTUÁRIO PARA OS ANIMAIS DO ZOOLÓGICO DE TABOÃO DA SERRA

Dirigido ao Ministério Público

O zoológico da cidade de Taboão da Serra, SP, recebeu graves denúncias de maus-tratos. Entre os meses de agosto e novembro do ano passado, três grandes felinos – dois tigres e um leão – morreram atrás das grades do parque. O corpo do leão foi encontrado descartado em um terreno baldio algumas semanas depois de sua morte.

 

Após os incidentes, foi realizado um laudo de vistoria técnica no local, assinado pela bióloga Professora Dra. Elizabeth Teodorov. O documento aponta falhas gravíssimas tais como: falta de iluminação; falta de abrigo ao sol; mofo em paredes, assoalhos e bebedouros; presença de lixo e sujeira; bebedouros vazios ou com água esverdeada; animais doentes com problemas neurológicos e dermatites; entre muitos outros problemas.

 

Desde a realização do laudo, datado de janeiro deste ano, outros oito animais morreram e a leoa corre sério risco de morte. O vereador Ronaldo Onishi afirmou que não se importa com a morte dos animais porque eles serão substituídos. Inclusive, segundo ele, já tem um casal de felinos para colocar no lugar da leoa.

 

Além de esses seres estarem condenados a uma vida de aprisionamento – o que já é trágico o suficiente – eles são vítimas de negligência e maus-tratos. Segundo o laudo, o recinto dos carcarás – como o da maioria das aves que constam no documento – apresenta piso de cimento; ninho inadequado para a espécie; paredes mofadas; pé-direito inapropriado; falta de ventilação, circulação de ar e iluminação; pouca higiene no ambiente e no bebedouro e gradil danificado.Um pavão real foi fotografado debilitado e sem conseguir manter-se na postura bípede. O recinto das corujas-de-orelha apresenta falta de ventilação e circulação de ar e paredes mofadas. Nas jaulas dos macacos-prego parte dos recintos são escuros e sem ventilação; os animais ficam isolados; o gradil está danificado e com fiação solta; os visitantes ficam muito próximos e estressam os animais; os brinquedos estão enferrujados; os alimentos são colocados em comedouros no chão sem higiene e o pé-direito é insuficiente.

 

Este caso só vem demonstrar – de forma mais aguda do que em outros casos – como os zoos são inapropriados, degradantes, cruéis e especistas. Não cumprem o papel ao qual se propõem e que já são bastante questionáveis de acordo com a ciência moderna. São cárceres e locais de maus tratos e negligência com o propósito de lucro e promoção de diversão especista, explorando animais que tem direito à liberdade e bem estar (vida normal na natureza) tanto por lei como por questão ética.

 

Nenhuma reforma será suficiente para dar a esses animais a vida que teriam livres na natureza, por isso os ativistas pedem a remoção dos mesmos para santuários de vida selvagem, onde, pelo menos não serão mais explorados comercialmente e receberão os cuidados necessários por pessoas realmente capacitadas e sensíveis à causa animal.

Assine para apoiar o fim desta injustiça.

 


Laura Pereira de Melo    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Preencha o formulário abaixo para assinar esta petição criada por Laura Pereira de Melo. O autor da petição terá acesso a toda a informação que fornecer neste formulário.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao24.com à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Facebook