Contra o CCZ Osasco. Chega de primitivismo

Quem conhece os CCZs sabe o modo como seus animais são tratados. Apesar da Constituição federal em seu artigo 225 que diz em seu § 1º - Para assegurar a efetividade desse direito, incumbe ao Poder Público: (...) VII - proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade." não é isso que acontece na prática. Já ouvi vários relatos de pessoas que ligam para o CCZ para que o mesmo resgate um animal que foi atropelado ou que está sendo mau-tratado pelo seu dono, ou ainda que está jogado nas ruas em estado deprimente á beira da morte, e a resposta é sempre a mesma: Não podemos ir, não temos vagas.

 

Dia 13/07/2011, eu estava voltando para casa com minha mãe quando nos deparamos com a seguinte situação: Um carro do  CCZ no centro de Osasco,perto do terminal de ônibus "recolhendo", essa é bem a palavra, os animais de uma suposta moradora de rua. Os cães estavam muito assustados, e eram arrastados sem a menor piedade, enforcados pelo cambão. Enquanto um agente levantava o cambão enforcando o cão, o outro o pegava pela pele das costas para ajudar a colocá-los no carro. E a guarda municipal acompanhava tudo de perto, assegurando que ninguém atrapalhasse o "serviço" dos agentes.Minha mãe e eu começamos a reclamar do modo como eles pegavam os animais, alguns até gritavam, foi o que chamou nossa atenção para o ocorrido. Um dos cães estava com uma corda amarrada à sua boca e parte dessa corda estava apertando um de seus olhos.

 

Algumas pessoas começaram a reclamar e a filmar a ação do CCZ, eu tirei fotos e só consegui filmar os agentes indo embora, pois fiquei tão perplexa que não conseguia achar o botão para ligar a câmera do meu celular.Diante de tanta manifestação, os guardas municipais alegaram que os cães tinham mordido várias pessoas, mas como poderiam saber se estavam ali a pouco tempo? Eu os tinha visto algumas horas antes no calçadão de Osasco.

 

Liguei na prefeitura para fazer uma denúncia contra o CCZ e a moça que me atendeu falou que o CCZ só recolhe animais das ruas quando eles estão mau-tratados, muito doente, quando tem uma cadela no cio ou quando houver denuncia comprovada de mordida, o que não era o caso. Então por quê tirar oa cães da dona? Na última reunião que minha mãe e outros protetores foram no CCZ de Osasco, por várias denúncias, o próprio pessoal do CCZ falou  que estavam com cerca de 70 cães e queriam diminuir para 40 pois estava muito cheio e os cães brigavam muito e quase todo final de semana um cachorro era morto por não ficar ninguém lá sábado e domingo.E mais uma vez eu pergunto: Então por quê pegar os animais da mulher? Que estavam sendo bem cuidados.

 

Isso não pode continuar, o CCZ nos deve uma explicação, e mais do que isso, uma mudança de postura urgente. Conto com a colaboração de todos para conseguir o máximo de assinatura possível para que eu com mais alguns protetores possamos levar o caso até as autoridades competentes e cobrar uma solução imediata.

 

 


Daniele Alves Pereira de Salles    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao24.com à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Facebook